Dr. Morte

de Wondery

Estamos mais vulneráveis quando vamos aos médicos. Confiamos na pessoa do outro lado do bisturi. Confiamos no hospital. Confiamos no sistema.

Christopher Duntsch era um neurocirurgião que irradiava confiança. Ele afirmava ser o melhor de Dallas. Se você tivesse dor nas costas e tivesse tentado de tudo, o Dr. Duntsch poderia fazer a cirurgia da coluna para acabar com sua dor.

Mas logo seus pacientes começaram a apresentar complicações e o sistema de saúde não conseguiu protegê-los. O que suscita a pergunta: a quem – ou o quê – esse sistema foi feito para proteger?

Da Wondery, a rede por trás dos maiores podcasts de sucesso do mundo, chega DR. MORTE, uma história sobre um cirurgião encantador, 33 pacientes e um sistema impotente. 

Episodios

Encerramento | 6

por Wondery

Michelle Shughart tem seu trabalho dificultado, uma vez que nenhum médico jamais foi processado por crimes cometidos durante a prática de medicina. As vidas de seus pacientes nunca seriam as mesmas, mas qual seria o destino do Dr. Duntsch? As pessoas em Dallas lutam para entender o que o levou a fazer coisas tão horríveis. E o que acontece se o sistema encarar outro “Dr. Morte”. 

Queda Livre | 5

por Wondery

O Dr. Henderson e o Dr. Kirby estavam implorando para que alguém os escutasse, o que poderia ajudá-los a fazer com que o Dr. Duntsch parasse de operar. Kirby escreveu para o conselho de medicina do Texas. Ele e Henderson foram à polícia. Mas ninguém escutava.

Sem estrutura | 4

por Wondery

Se um médico é demitido de um hospital o hospital deve informar imediatamente. É assim que os médicos com problemas são impedidos de serem contratados em outro lugar. Mas os lugares onde o Dr. Duntsch operou não o denunciaram às autoridades competentes. Se tivessem, talvez o caminho de destruição de Duntsch tivesse parado muito antes.

Navalha de Occam | 3

por Wondery

Kimberly Morgan ficou atraída por Christopher Duntsch no momento em que o conheceu. Ele era encantador e parecia destinado a grandes feitos. Mas ela também viu outro lado dele. O comportamento de Duntsch levou muitas pessoas que entraram em contato com ele a se perguntarem: Ele era um médico problemático? Um péssimo cirurgião? Ou um assassino a sangue frio?

“Death Don't Have No Mercy” interpretada por Delaney Davidson e Marlon Williams, cortesia da Rough Diamond Records.

Chris e Jerry | 2

por Wondery

Chris Duntsch era um promissor estudante de medicina, com um futuro brilhante pela frente. Os amigos que o conheciam ficaram chocados com o tipo de médico que ele mais tarde se tornaria. Não o Chris, eles disseram. Esse não é o homem que conheço. O Chris Duntsch que eles conheciam era motivado, trabalhador, inteligente, com um brilho nos olhos. E ninguém acreditava que conhecia Chris Duntsch melhor do que seu melhor amigo, Jerry Summers.

“Death Don't Have No Mercy” interpretada por Delaney Davidson e Marlon Williams, cortesia da Rough Diamond Records.

Conte-nos o que você acha do nosso programa e nos ajude respondendo algumas perguntas em wondery.com/survey

Três dias em Dallas | 1

por Wondery

Todos os médicos são ensinados: “Primeiramente, não fazer o mal”. Mas o que acontece quando um médico faz mal a seus pacientes?

O Dr. Robert Henderson era um veterano cirurgião de coluna em Dallas quando recebeu um telefonema incomum de um hospital local: um novo cirurgião tinha operado tão mal que uma paciente que entrou andando sozinha não conseguia mais nem mexer os dedos do pé. O Dr. Henderson já tinha visto muita coisa, mas ele não estava preparado para isso. A cirurgia foi tão ruim que, na verdade, ele se perguntou se essa pessoa poderia ser um impostor se passando por um médico?


“Death Don't Have No Mercy” interpretada por Delaney Davidson e Marlon Williams, cortesia da Rough Diamond Records.

Apresentando o Dr. Morte (Dr. Death)

por Wondery

Dr. Morte, o podcast de sucesso da Wondery, está agora disponível em português. Dr. Morte conta a história arrepiante de um médico que intencionalmente fez mal a 33 pacientes e do sistema que falhou em proteger esses pacientes em todas as ocasiões possíveis.